A ENGIE, líder privada em geração de energia elétrica e soluções energéticas e de infraestrutura do Brasil, fechou uma parceria com a Audi para a instalação de centrais de recarga de carros elétricos no território nacional. A automobilística alemã investiu R$ 10 milhões para instalar, até 2022, 200 pontos de recarga de veículos elétricos em locais em

que o cliente pode deixar o carro carregando, enquanto realiza outra atividade, como shoppings, academias, hotéis, clubes e restaurantes. Atualmente, existem apenas 150 carregadores em todo o país.

Os 200 carregadores serão do tipo AC, com 22kW, e será a infraestrutura de recarga mais potente já instalada por uma montadora no Brasil. Todos os pontos serão equipados com o plug do tipo 2 (padrão europeu) e qualquer veículo com esse mesmo tipo poderá usufruir do equipamento. O modelo de carregador a ser utilizado tem potência de 3,7 kW a 22 kW, projetado para atender a até dois carros simultaneamente. O tempo de recarga de um veículo pode variar entre 2 e 9 horas.

Este investimento está em linha com o objetivo de aumentar as opções de carregamento para a chegada do Audi e-tron, primeiro SUV 100% elétrico da marca, que terá as primeiras entregas aos clientes na primeira quinzena de abril de 2020.

“A ENGIE celebra essa parceria customizada com a Audi, mostrando que a empresa pode ser parceira para projetos que promovam o desenvolvimento sustentável e a mobilidade elétrica no Brasil”, afirma Leonardo Serpa, diretor-presidente da ENGIE Soluções.

CASE EM NÚMEROS:

  • Instalação de 200 pontos de recarga de veículos elétricos no Brasil
  • Investimento de R$ 10 milhões no projeto de mobilidade elétrica
  • Projeto prevê atendimento de 2 mil carros simultaneamente
  • Implantação até 2022 das centrais de recarga no país